fbpx
3 Dicas de como não embaçar o vidro do carro
10 de dezembro de 2015
3 dicas essenciais para evitar acidentes de trânsito
20 de agosto de 2018

Como evitar enjoo no carro

Para algumas pessoas, atividades que fazem parte do nosso dia-a-dia como andar de carro ou até mesmo quando estão no ônibus ou metrô, pode ser um pesadelo.

É possível que você conheça alguém que não consegue pegar a estrada sem se sentir mal, sobretudo, sentir náuseas e enjoo. A razão para isso acontecer vem de uma condição chamada cinetose, mais conhecida como o “enjoo de movimento”. Afetando não só crianças, a cinetose é uma doença que se torna muito mais fácil de lidar quando finamente a entendemos.

Nosso corpo sabe que está em movimento através da nossa audição, e, principalmente, nossa visão. Nossa cabeça pode, literalmente, ficar confusa quando utilizamos algum meio de transporte, pois enquanto nosso cérebro recebe sinais de que estamos em movimento, na verdade estamos parados.

Para aliviar os sintomas da cinetose, separamos algumas dicas sobre como evitar enjoos no carro.

1) Evite leitura durante a viagem, principalmente se estiver em um carro.

2) Procure se alimentar com comidas leves antes da viagem. Você pode optar também por levar consigo alguns petiscos leves, como torradas ou biscoitos de polvilho, mas nada de comidas pesadas em movimento!

3) Não fume ou ingira bebidas alcóolicas durante a viagem.

4) Não se sente de costas para a direção em que o veiculo se move.

5) Deixe o ambiente refrescado e evite perfumes e odores fortes.

6) Mantenha a cabeça firme e procure olhar fixo para o horizonte. Procure um ponto fixo e coloque toda a sua atenção nele, segurando o olhar mesmo que haja curvas e desvios.

7) Balas de gengibre e menta podem ajudar, os dois são um remédio natural contra a náusea.

8) Evite estradas esburacadas, busque os caminhos mais retos e planos.

9) Anti-histamínicos também podem ser uma boa opção se tomados de 30 a 60 minutos antes da viagem, lembrando que antes de automedicar é importante conversar com seu médico.

Os sintomas do “mal do movimento” tendem a melhorar com o tempo. Com a orientação de um médico e de olho em todas essas dicas, suas viagens vão se tornar muito mais  prazerosas.

 

Os comentários estão encerrados.