fbpx
A importância de calibrar os pneus corretamente
21 de novembro de 2018
Dicas para cuidar do seu carro durante o verão
29 de novembro de 2018

As diferenças entre a injeção direta e indireta

Antes, o carburador era o principal componente de sistema de alimentação do motor, gerando a mistura ar-combustível nas proporções necessárias ao bom funcionamento da mecânica. Por não conseguir corresponder às cada vez mais restritivas normas antipoluição, surgiu então a injeção eletrônica. Esse tipo de sistema é muito utilizado até hoje, altura em que os evoluídos motores com injeção direta assumem a maior parte do território. Confira a seguir a diferença entre a injeção direta e indireta em um veículo:

  • Injeção direta

Possibilitando o uso de recursos que aumenta a eficiência da combustão, a injeção do combustível diretamente na câmara faz com que seu veículo utilize menos combustível para produzir a mesma potência do que em um sistema indireto, sendo assim, emite menor quantidade de poluentes. O combustível é injetado diretamente no interior da câmara de combustão, permitindo uma queima mais eficiente.

  • Injeção indireta

O sistema de injeção indireta tem a vantagem de ser uma solução mais simples, pois é extremamente eficiente e apresenta níveis de confiabilidade elevados. Porém, não é tão eficiente na administração de combustível, pois ao contrário do sistema direto, a injeção ocorre ainda no coletor de admissão, fora do cilindro.

Os comentários estão encerrados.